Por Geovanna Domingos

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Dúvidas, garotos e Rock n' Roll: capitulo 9 Fernando

Os pais da Sophia não me deixaram entrar para vê-la, Pedro explicou tudo o que aconteceu para eles, do jeito dele claro.
Ainda revivo aquela noite horrível.
Tudo aconteceu em câmera lenta, quando vi o carro pensei que seria o fim dela, eu estava em choque, não consegui me mover, vi Pedro indo ate Sophi e tirando ela da estrada. Depois ouvi ele implorando para ela não fechar os olhos, que ficasse com ele. Sophi frechou os olhos pela expressão de Pedro, ele começou a chorar e gritar.
Ele olhou para trás, e me viu:
-Porque está parado aí?! Ligue para a emergência! Rápido idiota! Ela está desmaiada!
Quando passou um carro seus faróis iluminaram o rosto de Sophi, tinha sangue demais ali, na sua cabeça, em seus braços, tudo!
-Puta merda Fernando! Se mexe!
Como não reagi, frustrado, Pedro pegou seu celular e ligou para emergência, ele falou a rua que estávamos e o que tinha acontecido. Minutos depois a ambulância chegou, Pedro foi junto com ela e eu fiquei para trás, sem saber o que fazer.


Lembrar disso me assusta, se Pedro não tivesse feito nada, e Sophi dependesse de mim, ela poderia não ter resistido. A sala de espera do hospital, era clara, o relógio na parede com o nome de algum remédio de depressão como logotipo marcava 8:15 AM, eu estava ali esperando notícias a 3 horas.
Quando as portas da UTI abrem acho que é o medico de Sophi, mas era só Pedro, ele estava lá desde a 1:00 AM, não sei como ele estava aguentando.
Ele me viu e se sentou do meu lado, com um copo de café na mão, meu primeiro pensamento é sair dali, para não arranjar confusão, mas eu vejo que as mãos dele estavam tremendo.
-Como ela está?
-Não que te importe, mas ela acordou.
Entendo a amargura dele, também estou assim comigo mesmo e com toda a situação. Mas saber que Sophi acordou já é um grande alivio.
-E o que o Doutor disse?
-O pai da Sophi acabou de me dizer que, ela não consegue falar, o doutor disse para os pais dela, que vai precisar ser feita uma cirurgia, porque ela caiu, e teve um corte na garganta. Mas se houver complicações.... ela não vai poder fazer algumas coisas que forcem a garganta... como por exemplo cantar.
-Meu Deus! E quando ela vai fazer a cirurgia?
-Os enfermeiros já estão preparando ela. Cara eu juro por Deus se alguma coisa der errada....
-Não vai dar nada errado, ela é forte, vai dar tudo certo.
-Fernando nós temos nossas brigas mas, cara isso foi longe demais, olha onde estamos. Então acho melhor colocarmos nossas diferenças dela, porque tem uma menina naquela sala, que precisa descansar e muitas energias positivas envolta dela, e nós brigarmos não vai adiantar nada.
-Eu concordo, a Sophi precisa da gente.
-Eu viu pegar outro café, você quer?
-Não valeu.
Pedro foi direto para a cantina.
"Deixar nossas direfenças de lado"
Ta bom que eu vou fazer isso. Ele me acha idiota? 
Vamos ver quem ganha a Sophi no final.
Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...