Por Geovanna Domingos

domingo, 14 de dezembro de 2014

Dúvidas, garotos e Rock'n Roll: capitulo 5 Fernando

-Cara por que você não vai para a festa?
-Porque eu não quero Leo! Só vai ter gene chata lá.
-Qual é Fernando! Toda a galera vai! Você tem que ir, é a primeira festa legal que vai ter naquela escola!
-Já disse que não!
-A Duda vai, sei isso te anima.
-Cara eu já disse que ó fiquei com ela uma vez e que eu não sinto mais nada por ela.
-Tudo bem, então a Sophia vai se isso te anima.
-Cala a boca.
-Só estou dizendo que se você não aparecer lá, o Pedro vai, e pode acabar rolando....
-Eu já pedi para você calar essa boca!
-Então vamos cara! Por favor!
-Se eu for você promete que vai fechar essa sua boca.
-Eu prometo.
-Ta bom.
Levantei e fui me vestir, não quero ir nessa droga de festa, porque eles inventaram esse negócio de festa do terror se nem é Halloween? Podiam fazer isso na formatura! Aproveitar que ela está chegando. Vesti meus jeans claros e largos, calcei um all star preto e e coloquei uma camisa branca, joguei meu cabelo para o lado, acho que assim está bom.
-Vamos cara! Está parecendo uma menina se arrumando!
-Leo! Pela última vez: CALA ESSA BOCA!
Saímos de casa e fomos para a escola, como moro perto de lá, não demoramos muito para chegarmos.
Mal entramos naquele lugar, e a música alta me atingiu, estava tocando um tipo de rock, mas um rock antigo, acho que era Twist and Shout dos Beatles, pelo menos a música era boa.
-Cara olha a Julia lá, vou falar com ela. Quem sabe acontece alguma coisa.
-Com a Julia? Vai sonhando, ela não quer mais saber de você, desde aquela festa ano passado, lembra que você derramou refrigerante nela?
-Foi um acidente, e isso já passou, espero. Me deseje boa sorte.
-Boa sorte.
Pronto já estou sozinho.
A decoração do ginásio está mesmo incrível, o pessoal do comitê se superou, a iluminação está baixa, o local está lotado de teias de aranhas falsas, a parte verde da quadra, está com lápides abertas. os balanços do parquinho está com bonecas sentadas neles, todos estão bem vestidos, e parece que estão se divertindo de verdade. Tem até um cara fantasiado de palhaço... Sophia tem medo de palhaços. Será que ela está aqui está noite? Se está, tomara que ela e esse palhaço não se encontrem. Parece que a pista de dança está bombando. Acho que vou lá dar uma olhada.
-E aí Fernando! Tudo bem cara?
-Oi Caio. Tudo Beleza.
-Cara, está assustador isso aqui não é? Foi ideia da Sophia colocar as lápides abertas, e você viu as bonecas nos balanços?
-A Sophia está aqui?
-Ela está, acho que está lá na pista de dança. Mas eu acho que ela está com o...
-Valeu cara.
-Espera aí!
Mas eu não parei para ouvi-lo, tinha que pedir perdão para ela, tinha que explicar tudo, a música ficava cada vez mais alta, eu estava perto da pista, consegui ver o cabelo liso, grande e castanho claro de Sophia, ela estava dançando com um menino, talvez o Ricardo, mas quando chego mais perto vejo que ela está dançando colada com o Pedro, uma coisa cresceu dentro de mim, acho que raiva. Eu não consigo mais me controlar, quando me dou conta estou avançando na direção deles, tiro ele de perto dela, olho Pedro nos olhos e dou um soco na cara dele.
Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...