Por Geovanna Domingos

sábado, 27 de dezembro de 2014

Sim, eu sou uma idiota.

Quando vou aprender? Será que o destino gosta de tirar sarro da minha cara? Nem preciso de resposta! Como fui tola em acreditar em suas palavras? Como pude ser tão... cega? Ali estava uma garota com o coração partido, precisando de alguém, e lá estava você, um garoto infantil que estava entediado.
Eu acho melhor você sumir da minha vida, não estou pronta ainda para a batalha, acabei de sair de uma sangrando mas vencedora. Você não poderia pelo menos me dar um tempo para me recuperar?
Só você pode estar certo, apenas você pode ter tudo o que quiser. Não consegue aceitar um "NÃO" como resposta? Que pena! Problema seu! Então seu moleque vá crescer, te vejo daqui a alguns anos.
Não tenho tempo para perder com você. Então fiz este pequeno texto, para não esquecer a lição que aprendi com você, que não devemos confiar nas pessoas, não podemos acreditar em tudo o que dizem. Então siga sua vida, deixei uma última mensagem no seu celular, vai lá ver. Ate mais babaca.
  
Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...