Por Geovanna Domingos

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Dia dos namorados sozinha

Pois é, estou aqui de novo, ouvindo Taylor Swift e me perguntando. "Aonde  foi que errei?" Descumpri minha promessa de 365 dias atrás, que dessa vez ia ser diferente. É engraçado, depois de tanta decepção, de tanto quebrar a cara, eu ainda procuro 'sarna para me coçar". Não aprendi a lição? Não queria estar sozinha e não sofrer nunca mais? Não estou fazendo jus a minha palavra de "não quero nunca mais gostar, nem namorar ninguém"? Por que nessa data a gente tem necessidade de ter alguém? Deveriam inventar o dia dos solteiros, de gente que não quer amar, ou que ainda não encontrou ninguém que de fato merecesse seu tão especial amor, parece egoísmo de minha parte afalando assim, mas se pararmos para analisar é a pura verdade. O mais engraçado é que, amanhã de manhã, eu não vou querer saber de meninos! Parece que um interruptor é ligado dentro da gente e nos faz agir normalmente. É incrível o que uma data idiota pode fazer conosco. Sou a favor do romantismo sim! Não acredito que ele morreu, existem caras legais por ai que querem alguma coisa da vida. Só que eles estão muito bem escondidos. Bom acho que o melhor a fazer é deixar isso pra lá, comer uma pizza, assistir um filme de ação, e esperar esse dia acabar, não entrar nas redes sociais para não ver as declarações de amor, as pessoas se lembrando que amam umas as outras e deixando os defeitos das pessoas que ama 9pelo menos por algumas horas) de lado. Háaa o amor é lindo não é?  Bem bom fim de dia dos namorados para vocês.

Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...