Por Geovanna Domingos

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Coloque tudo na mala.

Eu não a menor ideia do que eu quero. Até ontem eu achei que sabia, mas, descobri que não é bem assim. Sou apenas uma garota que tem grandes sonhos e muito medo. Estou tão assustada com o futuro, minha ficha caiu e percebi que daqui pra frente minha vida não vai se resumir em textos, poesias e músicas bonitinhas pro garoto daquela rua, não vai se resumir em ir para a escola, tentar ser legal com todo mundo e estudar. Quanto mais agente cresce mais a vida cobra da gente, não importa se você fizer tudo certo no colegial, se você é popular, sem tem muitos amigos... um dia vai acabar e quando você for preencher o seu currículo é isso que vai colocar? "Fui popular na escola"? Desculpe pela palavra, mas, seu chefe vai estar cagando pra isso. A pressão aumenta a cada dia, o futuro está chegando tão rápido, daqui a pouco o ano está acabando e eu não cumpri nenhuma de minhas promessas, que vergonha! Da última vez que criei expectativas para um ano novo quebrei a cara muito feio, então não vou criar mais nada para ano que vem. Eu estou apenas caminhando, sem saber para onde ir, estou seguindo meu coração, aceitando tudo o que ele está sentindo por todo mundo. Não espero um amor novo, não espero amizades novas, tudo o que eu quero é evoluir e descobrir para onde estou caminhando, para onde meu coração está me mandando. Onde será que vou parar? Vou parar algum dia? O que está me aguardando lá na frente? Estou tão cansada de conhecer pessoas que não ligam e não dão valor para nada que não pode ser comprado em uma loja, pessoas fúteis me irritam tanto! Elas realmente gostam de coisas que são conquistadas? As pessoas com quem convivo estão acostumadas com tudo "mastigado", com fofocas, falsidade, compras, celulares caros e festas. Tirei uma lição de tudo isso, vendo como viver assim é errado, aprendi a dar mais valor para coisas que não se podem comprar, amizade, respeito, lealdade.... Coloco tudo isso na minha mala e continuo caminhando para onde meu coração está me mandando.
Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...