Por Geovanna Domingos

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Depois de tanto tempo...

Já faz muito tempo que eu não escrevo aqui, não sei o que deu em mim hoje, mas, resolvi ler meus antigos textos, minhas histórias resumidamente contadas, com todo o cuidado do mundo para não me expor de mais. Aqui deixei os meus sonhos, minhas expectativas, promessas que não cumpri, como por exemplo, não me apaixonar mais ou tomar cuidado com os garotos. Quebrei a cara de novo, e sabe o que é pior? Eu sabia que isso iria acontecer, sabia que ele não era confiável, por que eu não me ouvi? O baque aconteceu a mais de um mês, e só agora resolvi escrever sobre ele, só agora sentei e parei para pensar no que aconteceu, acho que não estava preparada para enfrentar a minha burrice.
As palavras dele me conquistaram, seu abraço me prendeu silenciosa e discretamente, seus olhos me hipnotizaram e suas mãos me seguraram de uma forma incrivelmente delicada. Cada dia que você me levava para casa, cada manhã que passamos juntos, e cada madrugada que trocamos mensagens me conquistaram, me envolveram, e sem perceber comecei a ansiar pelo seu beijo. O seu "eu te amo" me tirava o fôlego, se eu fecho os olhos consigo sentir o seu cheiro, sua preocupação comigo me encantava, tudo estava lindo. O momento mais esperado pela plateia aconteceu, você me deu um beijo apaixonado,vários beijos, na verdade. Suas mãos caminhando pelo meu corpo de forma delicada, um abraço forte, deixando claro que não queríamos nos despedir. Mas o momento chegou. Enquanto caminhava para casa pensava no que aconteceria depois. Nosso amor durou mais uns dois dias. Seu abraço foi ficando mais frouxo, seus beijos não existiam mais, a minha caixa de mensagens foi ficando vazia a cada madrugada que se passava. Então o dia chegou. De repente eu estava mal falada na escola, você estava abraçando outra, descobri que suas palavras não passavam de mentiras muito bem planejadas. Você tirou sua máscara em grande estilo, mostrou que seu problema éter uma garota só, riu de mim e de minha ingenuidade, que maldade, que horror, que monstro é esse que vive dentro de  você? Depois da nossa briga eu chorei, chorei por uma semana inteira, fiquei doente de verdade e me senti muito envergonhada. Que maldade!Será que eu realmente merecia isso?
Descobri o porquê de eu não ter escrito nada até hoje, eu queria evitar as lágrimas, essas que estão caindo nesse exato momento, relembrar tudo isso causa dor, mágoa e uma tristeza que eu nunca tinha sentido antes. Será que você se arrepende? Provavelmente não, deve estar rindo ainda, a piada foi muito boa não foi?
Postar um comentário

As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...