Por Geovanna Domingos

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

O nosso bagunçado

As pessoas mudam. Os gostos, as opiniões, o jeito de se vestirem e até o que elas sentem. Um dia estão amando imensamente, como se não houvesse o amanhã, no outro fingem que tudo não passou de um engano, um erro ou que não era para ser.
Era quase meia noite, eu tinha acabado de chegar da faculdade, você esta estranho o dia inteiro.  Você estava jogado no sofá, dedilhando alguma música da Legião Urbana no violão, não se levantou quando me viu, não abriu um sorriso, não esboçou nenhuma reação. Tirei minhas botas e acariciei Sirius Black, nosso cachorro e fui direto para o quarto. Quando fechei a porta, deixei as lágrimas caírem silenciosamente, jurei para mim mesma que nunca deixaria você me ver chorar. Nunca. O silêncio gritava em nosso pequeno apartamento, o espaço entro nós era tão grande, que chegava a sufocar. Onde foi que nós nos perdemos? Quando foi que isso aconteceu?
O celular vibra, chegou uma mensagem daquele meu amigo que você não gosta, a campainha toca, é aquela sua amiga que eu nunca confiei. Você sempre diz que tudo é culpa minha, me faz acreditar que sou a louca da relação, que nós estamos assim por minha causa. O que mais me assusta, é que eu sempre acabo acreditando.
Deito na nossa cama, desejando que ela não tivesse tantas lembranças, essas lembranças me envolvem em um abraço apertado, desses que você nunca mais me deu. Minha mãe está me ligando, mas eu não quero atender, ela tem que pensar que eu estou bem, que nós estamos bem e nem um pouco arrependidos.
Fecho os olhos e finjo que não estou mais aqui, finjo que você não está do outro lado da porta. O apartamento está gelado, mas não está frio lá fora. Ouço você mexendo na maçaneta, mas desisti e volta a se sentar no sofá, eu me abraço, lembrando da promessa que você me fez quando nos conhecemos, aos 8 anos de idade, que iria cuidar de mim para sempre. Pelo o que estou vendo, o para sempre, sempre acabada. Viro-me para o outro lado, encaro as portas do guarda roupa que estão escancaradas, meu vestido vermelho curto ainda está jogado no chão. Lembra que você o jogou na nossa última briga? Segundo você, aquele vestido era revelador de mais.
Sirius se deita do meu lado, acaricio a barriga dele, o único ser que sabe o que estamos passando. Deixo as lágrimas lavarem todas as feridas que você deixou dentro de mim, eu me rego, na esperança de florescer. Sinto os meus olhos se fechando lentamente, como se eu estivesse sendo embalada em um sono muito profundo. Dou uma última olhada no relógio, são 3:00 da manhã, você parou de tocar violão.
Levanto da cama e vou em direção a porta, sinto que você está do outro lado, indeciso, sinto o cheiro do seu perfume, aquele que eu te dei no Natal passado, nossas mãos pairam sobre maçaneta. Não sei se devo abrir ou trancar a porta, na dúvida, deixo ela encostada. Espero mais um pouco para ver o que você vai fazer. Nada. Tudo bem. Eu me encolho mais ainda e volto para a cama, minhas pernas estão arrepiadas, mas eu não tenho forças para pegar uma coberta no armário. Apenas fecho os olhos e deixo o frio me abraçar, finjo que é você. Depois de um tempo, ouço você abrindo a porta, depois o armário, me cobre com o cobertor rosa, o meu preferido que trouxe da casa dos meus pais, logo em seguida você deita, sinto os seus braços me ampararem, salvando-me do pesadelo que eu estava tendo. Nós dois damos um longo suspiro de consentimento, e ali, em seus braços, voltei a dormir, sentindo um misto de medo e felicidade, pois eu não sabia para onde estávamos indo, e pelo tremor em suas mãos, desconfiei, que você também não.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Transição Capilar: por onde começar?

Olá pessoal! Tudo bem?
Hoje vamos falar sobre transição capilar. Esse é o primeiro post de uma série que eu vou escrever para o Garota It. Apenas uma introdução sobre o assunto, que mexe com a nossa autoestima, conceitos sobre amor próprio e finalmente a sensação de liberdade. Vamos lá?



     O que é a transição capilar?




A transição capilar é quando você decide parar de fazer química em seus cabelos e voltar com os fios naturais. Progressiva, formol, relaxamentos ou qualquer outro tipo de química são cortados de sua vida e começa uma reconstrução no seu cabelo para o aspecto natural voltar. Mas é claro que a transição envolve muito mais do que simplesmente parar de alisar o cabelo. 


A transição capilar é um momento de muitas mudanças na sua vida. Quando eu decidi passar por ela, não fazia ideia do que vinha pela frente. O cabelo está ligado a grande parte da autoestima da mulher e não é fácil abrir mão, vamos dizer, da "estética" dele por alguns bons meses.
Estar na transição é acordar e não saber como o seu cabelo vai estar, é resistir quando vê que a raiz cacheada está começando a ficar grande e não correr para ligar para o salão, marcando com urgência uma progressiva. 
Eu comecei com a minha transição com dezesseis anos, estava indo para o terceiro ano do ensino médio, sem a menor ideia do bullying que iria sofrer. É difícil você se achar bonita com o cabelo tão indefinido, na verdade, quando estava passando pela transição, eu me senti indefinida. Tudo o que estava sendo transformado por fora, também transformava por dentro. Foi difícil passar pela Vitamina T, a temida tesoura, fazia muito tempo que eu não me via com o cabelo curto, e isso também me deixou insegura. Além de ouvir inúmeros comentários e questionamentos do porquê eu estar fazendo aquilo comigo mesma! Confesso que várias vezes pensei em desistir, alisar o meu cabelo de volta, ficar igual a todas as garotas da minha sala e parar de ouvir piadinhas sem graça.
Mas alguma coisa me motivou a ficar, ao mesmo tempo em que eu tinha sensação de estar perdida, também sentia que só precisava de tempo até achar o caminho certo. Florescer é difícil, demora, leva tempo, você precisa se regar todos os dias, conversar, dar carinho... Por isso é tão importante você decidir que quer mesmo fazer a transição, passar por ela e estar ciente de que não é um caminho fácil e curto. 

Quero ser livre...





''Geovanna, estou decidida! Quero passar pela transição capilar!''
You go girl!!!!!!!
Okay, você já avançou um grande passo: Decidiu passar pela transição.
Pode parecer muito óbvio, mas um dos passos mais importantes é você querer passar por esse processo, pois quando se tem força de vontade as coisas fluem melhor. Agora chegou a hora de pesquisar! A transição não é simplesmente para de fazer química. Vem um novo cabelo por aí! Que precisa de pré-cuidados e de um tratamento especial. Pesquisar referências de blogueiras que passaram pela transição é super importante, pois você vai ter em quem se inspirar! Também uma boa procurar mulheres que tenham o cabelo na mesma curvatura que o seu. 




Cuidando do cabelo...

Hoje existem váriooooooossss produtos que podem te dar um help na hora de cuidar do seu cabelo durante a transição!
Agora que você decidiu voltar a ter seus cachos de volta, precisa aprender a cuidar deles antes mesmo de chegarem! Fazer uma reconstrução capilar, onde você recupera tudo o que seu cabelo perdeu durante a utilização da química, como hidratação, brilho, nutrição... A mascara é o produto mais indicado para quem quer recuperar os fios danificados.
1- Máscara de hidratação Salon Line (17,00)  2- Creme crescimento Saúdavel Seda (13,99)


 Não vou mentir amiga, você vai ter que desembolsar para comprar os seus produtos. Principalmente se você está passando pela transição, ter os produtos certos é fundamental para fazer com que o processo seja mais fácil. Não adianta nada você usar um produto para um cabelo cachado natural,se mais da metade do seu ainda está com química.
Muitas lançaram linhas para te ajudar nessa fase tão complicada. Não se prenda a apenas uma marca, minha dica é você ir testando os produtos e ver qual o seu cabelo se adapta melhor.

Salon Line
 

Shampoo ( Danny comestics) 15,90 / Condicionador (Salon Line) 14,90 / Gel creme (Salon Line) 13,20 / Máscara de transição (Americanas) / Gelatina ( 15,90)

Seda





1- Seda Boom transição 1 Kg (Seda) 17,90 / Seda Boom transição 295ml ( Seda) 6,90

1- Skala Divino Potão (1Kg) R$ 8,90

Por hoje é isso, pessoal!
No próximo posto sobre transição vou explicar produto por produto.
Beijooossss.


As palavras que eu te dei

Eu me joguei no sofá. O silêncio veio me receber. Suas coisas já não estavam mais no meu apartamento. A gente cansou de brincar de se gost...