Por Geovanna Domingos

terça-feira, 26 de março de 2019

Protagonista

Eu estou há uns bons minutos me olhando no espelho. Tentando enxergar quem é essa pessoa que está me encarando de volta. Como ela chegou até aqui? O que passou? Quais são as suas histórias e aprendizagens? 
Foi estranho, pois eu estava tentando me encontrar há semanas! Revirei todo o meu guarda roupa, olhei debaixo da cama, dentro das minhas bolsas de maquiagem e até no pé direito da minha bota nova, mas eu não estava lá. 
Parecia que eu estava fugindo de mim mesma, como se estivesse com medo de encarar os sentimentos e verdades que aquele reflexo no espelho estava tentando me mostrar. Apagada. Era assim que eu estava. No automático, como se alguém estivesse apertando alguns botões na minha cabeça, e eu fizesse os comandos. 
"Bom dia"
"Bom dia"
"Tudo bem?"
"Tudo, e com você?"
"Tudo"
A gente se perdeu. Nos perdemos no silêncio que abita nas nossas conversas. Eu me perdi no seu jeito frio e completamente indiferente comigo. Deixe as várias versões de mim, que eu realmente gostava, para trás, esquecidas e enterradas. De novo, eu me esqueci de me colocar em primeiro lugar. Por que eu sempre faço isso?  Mas não posso evitar, o que a gente teve foi muito bom para deixar passar, mas o preço que eu paguei foi alto demais, estou com vontade de mim. 
Dói, machuca, só de imaginar que você não faz parte mais da minha vida me faz querer gritar, chorar, sair correndo e fugir para bem longe, empurrar para bem fundo a sensação de que já passamos da data de validade. Mas isso não é justo comigo.
Eu parei de encarar o espelho e fui para o chuveiro, tentar tirar você de mim, mas não consegui, parece que passamos tanto tempo juntos, que viramos um só. E esse foi o meu maior erro. Eu deixei você ser protagonista junto comigo na minha vida, não me leve a mal, mas esse papel é só meu. As falas, pensamentos e história, são só meus... Eu sou a diretora, roteirista, figurinista e protagonista do meu próprio filme. Você não tem o direito de chegar e mudar tudo, como se tivesse comprado os direitos autorais da minha história, eles são só meus. 
Então, se para voltar a ser protagonista e ter o controle da minha vida de volta, é necessário que você vá embora, adeus.

Nenhum comentário:

Metamorfose

Eu sou sentimento, amor, confusão, paz, serenidade e ansiedade. Tudo misturado. Tenho os meus momentos de mocinha e as vezes faço o papel ...